Guilherme Matos Passarini

Olá! Meu nome é Guilherme, sou bacharel e licenciado em biologia, mestre em biologia experimental e também doutor em biologia experimental pela Universidade Federal de Rondônia. Há alguns anos venho me interessando por programação, especialmente as áreas de data science e inteligência artificial, pela vasta gama de aplicações que essas áreas possuem nas áreas biológicas.

Profile photo ofguilherme_passarini

Os três estágios de desenvolvimento da Inteligência Artificial

Muitos teóricos categorizam basicamente 3 tipos de inteligência artificial de acordo com o grau de inteligência em relação aos seres humanos: realização de tarefas restritas (ANI); inteligência e capacidade de aprendizado comparáveis às de um ser humano (AGI); e capacidades de resolver problemas muito maiores que aquelas apresentadas pelos seres humanos, sendo as 2 últimas categorias apenas hipotéticas (até o presente momento).

Algoritmos bioinspirados

Padrões e fenômenos da natureza, em especial os dos seres vivos, têm fornecido uma série de inspirações para resolver problemas computacionais. No artigo, são apresentados três fenômenos biológicos e que soluções computacionais podem ser resolvidas com eles