Conecte SUS vai usar IA para melhorar atendimentos

Na semana passada, o Ministério da Saúde lançou o Conecte SUS Profissional. Como parte do programa Conecte SUS, a plataforma vai permitir que os profissionais do sistema de saúde consultem dados dos pacientes em um sistema integrado nacionalmente.

O programa Conecte SUS foi lançado em formato piloto no final de 2019 em Alagoas, e visava centralizar os registros clínicos dos pacientes, incluindo dados de atendimentos, internações, exames, vacinação e medicamentos, o que por si só garante maior celeridade em atendimentos subsequentes. Entretanto, sendo um banco de dados prontamente acessível por diversos participantes do sistema de saúde, as possibilidades são muito maiores. Tanto que o programa prevê o uso de inteligência artificial para gerir os atendimentos, estabelecendo prioridades e aumentando a eficiência da prestação do serviço. A ferramenta ainda vai permitir que a administração pública tome decisões mais inteligentes sobre a distribuição de recursos estaduais e municipais.

A adoção do Conecte SUS ganhou relevância durante a pandemia do novo coronavírus, e certamente será de enorme valor quando tivermos que enfrentar situações similares no futuro. Um banco de dados integrado deve permitir decisões ponderadas, mediadas pela inteligência artificial, para situações rotineiras e emergenciais como essa que enfrentamos.

Por enquanto, o Conecte SUS Profissional está disponível em cerca de 15 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS) em todo o Brasil, mas em breve ela também deve abranger a rede privada, munindo os profissionais de informações relevantes para prestar o melhor atendimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.