Warner Bros vai usar IA para prever o sucesso de produções para o cinema

Os grandes estúdios de cinema estão sempre preocupados em obter os melhores retornos financeiros para os filmes que lançam. Como o investimento é alto, é importante controlar os riscos para que um projeto seja bem sucedido. Alguns dos fatores que afetam os resultados são o elenco, o distribuidor e a data de lançamento. Apesar de terem certa experiência acumulada para guiar as decisões relevantes nesta receita, pode ser difícil determinar como mudanças bruscas no mercado ou a interação destes fatores impactarão o desempenho das bilheterias.

Para facilitar este processo, um dos maiores estúdios atuais, a Warner Bros, acaba de assinar um acordo com a empresa Cinelytic, de Los Angeles, que se especializou em aplicar inteligência artificial para fazer previsões relacionadas ao sucesso de produções cinematográficas. A ferramenta foi lançada no ano passado e oferece uma gama de insights importantes para esta indústria, fornecendo inclusive a predição do retorno dos filmes nas bilheterias, usando big data. Uma das funções permite, por exemplo, verificar como o desempenho é afetado pela escolha de certos atores para determinado papel. O sistema ranqueia os atores pelo seu impacto econômico, levando em consideração fatores como tipo de mídia, gênero do ator, e países de lançamento. O resultado é apresentado por um sistema de pontuação de desenvolvimento próprio chamado TalentScores. Também é possível verificar o impacto de usar diferentes distribuidores e janelas de lançamento.

A empresa Cinelytic foi fundada por um produtor de cinema e um ex-funcionária da NASA. Eles têm testado a plataforma por cerca de três anos. Hoje, garantem que a ferramenta está bem desenvolvida para entregar alta precisão, fazendo rapidamente um trabalho que antes podia levar dias.

A Warner Bros anunciou que este serviço deve lhes permitir lançar produtos cada vez mais adequados ao seu público, aumentando sua satisfação e tendo, como retorno justo, o lucro que movimenta a indústria.