IA é adaptada para reconhecer pessoas com febre (um dos principais sintomas da COVID-19) dentro de veículos

A empresa israelense UVeye é especializada em desenvolver sistemas de inspeção veicular baseados em inteligência artificial. Suas principais linhas de atuação envolvem usar câmeras para monitorar externamente veículos em zonas de segurança e passagens de fronteira de forma a identificar possíveis ameaças como bombas ou contrabando, e para detectar problemas de qualidade veicular em revendedores ou linhas de montagem. Em meio à pandemia do novo coronavírus, a empresa adaptou a tecnologia que eles desenvolveram para ajudar nos esforços de contenção: seu sistema é agora capaz de identificar passageiros de veículos com febre, um dos sintomas mais comuns da doença.

Como nessa etapa da pandemia é essencial identificar portadores do vírus para impedir que novas pessoas sejam contaminadas, a empresa está usando sua expertise em inteligência artificial para produzir uma solução que seja rápida e ao mesmo tempo segura. Os sistemas de inspeção desenvolvidos em resposta ao novo coronavírus são equipados com sensores termais de infravermelho que podem tanto detectar problemas críticos de segurança do veículo como identificar passageiros em estado febril, através do para-brisa. A intenção é equipar operadores de frota (ambulatorial, policial, serviços de entrega de alimentos e medicamentos por exemplo) e vias emergenciais em hospitais, em instalações de cuidados médicos e em outras locações mais próximas à comunidade, para testar vítimas potenciais do novo coronavírus, assim diminuindo a necessidade de exposição das pessoas infectadas com aquelas sem o vírus. Dessa forma, a empresa espera entregar suporte adicional aos serviços de emergência médica, através de uma abordagem do tipo hands-free, drive through.

As autoridades governamentais devem se beneficiar do sistema, melhorando sua capacidade de monitoramento da dispersão do vírus, os serviços de suporte médico vão poder garantir menor índice de contágio, e até mesmo as empresas que prestam assistência mecânica à frota poderão proteger seus funcionários do contato indevido com clientes suspeitos de possuírem a doença, mantendo seu quadro funcional em condições operacionais.

A UVeye diz estar disposta a instalar checkpoints em locais críticos num regime not-for-profit durante a crise da COVID-19, já tendo pedidos para a instalação de sistemas de inspeção com tecnologia de sensor termal no Reino Unido e nos Estados Unidos.