IA recria voz de chef falecido para narrar seu próprio documentário

Anthony Bourdain foi um celebrado chef e apresentador americano. Falecido em 2018, sua vida e carreira foram retratadas no recém-lançado documentário Roadrunner, do cineasta vencedor do Oscar de 2014 nesta categoria, Morgan Neville. No filme, o diretor optou por permitir que o próprio chef narrasse sua história. Como havia muito material de áudio disponível graças à participação de Anthony em seu próprio programa de TV, em programas de rádio, podcasts, e sua narração em áudio-livros, não foi muito difícil selecionar trechos relevantes para construir a narrativa. Mas o diretor encontrou situações no filme onde não havia uma narração adequada, onde ele sentia ser importante deixar o próprio chef falar. Foi então que ele recorreu à tecnologia para emprestar a voz do chef à narração.

Em parceria com empresas de inteligência artificial, a equipe responsável pelo filme alimentou modelos de machine learning com horas de áudio contendo a voz de Anthony, até ser possível produzir novo conteúdo sem a participação do material original. Durante o processo, o diretor percebeu que o modelo poderia ser ajustado para reproduzir diferentes nuances do estilo narrativo do chef, indo do mais sóbrio ao mais performativo, o que refletia a evolução da forma de falar do próprio chef ao longo dos anos. Então, escolhido o tom adequado, e com a autorização de sua ex-esposa e seu executor literário, Morgan usou o algoritmo para narrar três sequências no seu filme. Em uma delas, o discurso gerado mostra Anthony lendo um e-mail que enviou para um amigo. As outras duas, o diretor preferiu não identificar, o que até serve como avaliação da qualidade do trabalho.

Discussões éticas sobre o emprego da técnica nestas circunstâncias à parte, não deixa de ser interessante observar o quão longe esta tecnologia já chegou.

Roadrunner estreou no último dia 16 nos Estados Unidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.