Google Maps aplica IA para atualizar informações automaticamente

Em poucos anos, o Google Maps se tornou uma ferramenta indispensável, principalmente pra quem precisa se deslocar em grandes cidades. Ainda que toda a funcionalidade oferecida já seja impressionante, muitas informações ainda precisam ser fornecidas ou atualizadas manualmente, sejam por autoridades públicas, por usuários ou pelo próprio Google. Um exemplo são vias que mudam de direção, novas ruas ou saídas, ou a localização e o horário de funcionamento de estabelecimentos. O resultado mais óbvio de fazer as coisas desta forma é a latência entre a informação real e a presente na ferramenta, mas ainda antes disso é preciso que alguém lembre de fazer a atualização.

Com a disseminação de sensores, detectores e sistemas de monitoramento, era apenas questão de tempo até que a inteligência artificial também começasse a ser aplicada para fornecer uma experiência ainda mais relevante ao usuário do Maps. É o que a empresa promete quando, no mês passado, anunciou duas novidades que estão sendo incorporadas aos poucos.

A primeira se refere à atualização automática dos horários de funcionamento de estabelecimentos. Atualmente, esta informação fica sob responsabilidade primeira dos proprietários, e os usuários podem sugerir mudanças. Mas o próprio Google Maps já utiliza um indicador de lotação, que, ao rastrear anonimamente a localização de usuários na região, consegue identificar os horários de maior movimentação, assim como estabelecer, em tempo real, o nível de frequentadores em comparação com a média. Agora, estes mesmos dados vão servir para que um sistema de inteligência artificial possa ajustar o horário de funcionamento dos locais registrados, liberando os proprietários desta obrigação. Em alguns países, a empresa ainda está empregando o Duplex, uma IA com capacidade de conversação, para ligar para os locais e confirmar os novos horários.

A segunda se refere à atualização de limites de velocidade em vias de trânsito. O Google está firmando parceria com empresas que já realizam o monitoramento fotográfico de ruas com o objetivo de melhorar rotas de entrega. As imagens serão processadas com inteligência artificial para identificar e ler as placas de trânsito, e assim identificar qualquer alteração relacionada à velocidade, possibilitando a atualização automática da informação no Google Maps.

Pouco a pouco, a inteligência artificial vai sendo incorporada ao Google Maps na realização de tarefas que demandam muito de pessoas mas podem ser realizadas facilmente com dados, assim tornando a ferramenta cada vez mais relevante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.