Relatório da FEBRABAN mostra que IA é prioridade para os bancos brasileiros

Em abril passado, a Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) publicou os resultados de uma pesquisa revelando quais são as principais tendências atuais em tecnologia no setor bancário. Ao todo, 24 bancos participaram, cuja custódia soma 90% dos ativos bancários no Brasil, sendo representados por 34 executivos atuantes na área. A pesquisa coletou dados em novembro e dezembro de 2021.

Entre as prioridades dos bancos para investimento em tecnologia, 100% dos respondentes citou inteligência artificial, tema que ficou empatado com segurança cibernética e 5G. Outros assuntos lembrados ligados ao mundo de dados incluem cloud pública, big data, mineração de processos, IoT, blockchain e computação quântica.

Os executivos consultados consideram que a inteligência artificial tem impacto sobre todo o negócio, já que os serviços bancários contam com enorme volume de clientes e de dados. Tendo sido empregada no início no mercado de crédito, ela rapidamente se espalhou pelo setor, hoje fazendo parte cotidiana das centrais de atendimento e ajudando as instituições não apenas a catalogar consumidores, mas a entender seu comportamento. Esta tecnologia é essencial para ajudar a atender a demanda crescente por serviços personalizados e imediatos, que se espalha por todos os mercados.

Outro tema citado foi o Open Finance, a iniciativa lançada há pouco tempo no mercado brasileiro, que padroniza a geração de dados financeiros, aumentando sua interoperabilidade, ao mesmo tempo em que garante aos consumidores propriedade sobre seus dados pessoais, disponibilizando um ambiente seguro para seu compartilhamento com as instituições de seu interesse.

Em menor proporção mas ainda relevantes, os bancos também estão interessados na criação de super apps ou superstores, capazes de oferecer uma variedade cada vez maior de serviços; aconselhamento financeiro informado por dados, com os chamados robôs de investimento; e transações baseadas em WhatsApp.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.