Atendentes virtuais chegam ao drive-thru

Com a crescente presença de assistentes virtuais ativados por voz em nossas casas e nossos smartphones, era apenas questão de tempo até que a tecnologia transbordasse para experiências comerciais. Essa foi uma das motivações para que a empresa de quiosques digitais Zivelo, baseada no Arizona, EUA, desenvolvesse um sistema de inteligência artificial para atender clientes de restaurantes que fazem uso do serviço de drive-thru. A ideia principal é agilizar o atendimento e oferecer uma carta de produtos personalizado. Agora, em parceria com a MasterCard, a tecnologia está chegando à rede de restaurantes de fast food Sonic, uma das maiores dos Estados Unidos, que atende exclusivamente pela modalidade de drive-in. A novidade foi apresentada no Show da Associação Nacional de Restaurante, em Chicago, que terminou no dia 21.

Inicialmente, o assistente virtual será adotado para facilitar o serviço de atendimento personalizado e para promover produtos sazonais. Quando o usuário chegar ao local de atendimento, ele será recebido pelo assistente, que será ativado por voz com o comando ‘OK Sonic’, da mesma forma que já acontece com alguns assistentes domésticos. O atendente então lhe apresentará um menu dinâmico, que poderá ser personalizado por vários fatores, como o histórico de consumo do cliente, a localização do restaurante, a temperatura ambiente ou o horário de atendimento. O consumidor fará seu pedido do jeito que já está habituado. Além de incluir personalização, o atendimento tende a ser ainda mais rápido, já que a inteligência artificial consegue acessar e processar as preferências do consumidor de forma muito mais eficiente.

A plataforma também permitirá um processo de autenticação dependente do aplicativo do restaurante instalado no smartphone dos consumidores. Assim, o assistente será capaz de reconhecer a identidade do cliente com sua simples aproximação do quiosque de atendimento, e com isso já fazer uma abordagem totalmente personalizada. No momento não se sugere automatização de pagamento, mas com esse processo de autenticação fica fácil imaginar que em breve o usuário sequer precisará pagar manualmente por sua compra.

O CEO da Zivelo, Healey Cyper, diz que o serviço de drive-thru é responsável por 70% da receita em transações de “restaurantes de atendimento rápido”, ainda assim a experiência não foi até agora alterada por qualquer inovação. A empresa acredita que a voz é uma ferramenta importante para a personalização dinâmica e a customização contextual dentro de ambientes comerciais, e por isso está investindo nessa forma de interação com os clientes. A Zivelo diz que seus investimentos recentes em tecnologia de auto-atendimento em restaurantes resultou num aumento médio de 15 a 30% nos valores dos pedidos por parte dos clientes.